Ondine. De um nome de mulher a uma semente que se fez mar.

O que começa com um sonho, nos idos de 2013, a ideia germina e vai maturando, como o tempo que uma árvore leva a crescer, até que em 2015 se consolida com a decisão da criação de uma loja online reservada a produtos portugueses de excelência, cuja finalidade se prendia com a promoção do desenvolvimento infantil e familiar, o fomento do trabalho artesanal, e uma celebração da História.

Depois de dois anos de interregno, a semente que se viria a tornar Ondine passou pelos mercados urbanos, até que em 2021 se estabelece como loja online.

O que começa pensado para o público infantil, e com o primeiro produto próprio, os seus doces laços, produzido com excedentes da indústria têxtil, já incorpora artigos para o público adulto, com foco nas potencialidades individuais do auto-conhecimento e desenvolvimento pessoal, e das terapias alternativas.

Este é pois um espaço para os miúdos crescerem de forma livre e consciente, e para os adultos se reconectarem com as crianças que levam dentro, para praticar parentalidade consciente.

Ondine, de Ondina Marinho, de mulher e mãe, a semente e mar. Para cuidar a Terra com o amor com que se cuida uma mãe, para cuidar o futuro com a dedicação com que se cuida uma criança.